Seguidores

..

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

VISITANTES DO ALÉM.


Uma das grandes certezas que todos podemos ter um nosso mundo, é de que "Não Estamos Sozinhos". A qualquer momento, estranhos visitantes do além podem estar presentes onde menos esperamos." O Relato a seguir mostra que isso realmente é verdade! ================================================================================= Olá, tenho 18 anos e o que vou relatar aconteceu comigo a mais ou menos uns 2 anos atrás. Em uma certa noite, estava eu e meu irmão em um quarto, e minha mãe com meu irmãozinho caçula no quarto dela. (Obs: eu sou o mais velho dos três). Nós estávamos todos conversando, porque o quarto da minha mãe é ao lado do meu e por isso se entende nitidamente o que se fala de um quarto paro outro. Passado algum tempo paramos de conversar e tudo ficou no silêncio, sendo que o único barulho que se ouvia era dos grilos la fora. Lembro que naquela noite eu estava sem sono, e como de costume eu estava com o rosto virado paro lado da parede, sendo que o beliche fica encostado na mesma. De repente senti um calafrio e ao mesmo tempo senti como se algueé estivesse passando a mão bem de leve na minha cabeça, junto com um leve assopro na nuca. Eu sentia nitidamente o formato e o peso de uma mão ali, só que ela se movimentava de forma tranquila, não parecia querer fazer mal a mim. Como meu irmão sempre foi atentado e vivia me zuando, na hora achei que fosse ele querendo me assustar, e na tentativa de pegar ele no flagra após um tempo tendo aquelas sensações, eu rapidamente virei-me paro o outro lado, mas não vi ninguém, apenas senti aquele friozinho na espinha, mas como eu durmo na parte de cima e meu irmão na parte de baixo do beliche, ainda acreditei que ele pudesse ter feito aquilo e se deitado rapidamente. Por isso levantei da cama dando risada e xingando ele, mas quando eu o olhei vi que ele já estava dormindo, e tipo dormindo mesmo, e não finjindo para me assustar. Nessa hora eu "pulei" para a parte de cima e fiquei quieto e orando para que aquilo não acontecesse novamente. Naquela noite eu não consegui mais dormir. Fiquei acordado a madrugada inteira, mas graças a Deus seja lá o que era aquilo, não me visitou mais, pelo menos até à alguns meses atrás, quando tive um sonho, ou melhor dizendo, um pesadelo. Nesse pesadelo, o mundo parecia estar acabando, e me lembro que nele, eu estava com uma arma atirando em alguma coisa, e do nada um espectro vestido de preto e com o rosto todo vermelho apareceu na minha frente rindo de forma sinistra e um tanto debochada, e nessa hora senti como se algo me pressionasse me deixando imovel. O pior de tudo foi quando eu acordei, e de uma forma inexplicavel, sentia a mesma pressão que quando estava sonhando. Eu tinha a sensação de como se alguém estivesse em cima da minhas costas, pois eu estava debruçado na cama, e da mesma forma eu não conseguia me mexer e nem se quer falar ou gritar, apenas sentia aquele peso que parecia piorar a cada segundo. Naquele momento a única coisa que pensei em fazer foi orar e pedir a Deus que me ajudasse, sendo que na mesma hora aquilo simplesmente sumiu e eu me senti livre de novo, mas ainda assim eu escutava passos, só que não eram no chão, e sim nas paredes ao redor, como se algo andasse de um lado para o outro, e eu mesmo com vondade de olhar para ver o que era, o medo não permitia que eu fizesse isso, sendo que a única coisa que eu continuei a fazer, foi orar até que tudo se acalmou, sendo que depois disso, eu nunca mais senti nada parecido como aquilo. O que teria sido aquilo? Será que o que me visitou da primeira vez foi o mesmo que me visitou depois? Ou o primeiro seria um espiríto benigno e o segundo um maligno? Não sei se algum dia vou encontrar respostas para todas essas perguntas, mas sei que o que aconteceu comigo foi real, e foi uma prova da existência do SOBRENATURAL. www.alemdaimaginacao.com Geremias Vieira - PR - Brasil

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...