Seguidores

..

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Veja um relato bem interessante sobre Chico Xavier e sua cadelinha boneca:


Chico Xavier tinha uma cachorra de nome Boneca, que sempre esperava por ele, fazendo grande festa ao avistá-lo. Pulava em seu colo, lambia-lhe o rosto como se o beijasse. O Chico então dizia: – Ah Boneca, estou com muitas pulgas !!!! Imediatamente ela começava a coçar o peito dele com o focinho. Boneca morreu velha e doente. Chico sentiu muito a sua partida. Envolveu-a no mais belo xale que ganhara e enterrou-a no fundo do quintal, não sem antes derramar muitas lágrimas. Um casal de amigos, que a tudo assistiu, na primeira visita de Chico a São Paulo, ofertou-lhe uma cachorrinha idêntica à sua saudosa Boneca. A filhotinha, muito nova ainda, estava envolta num cobertor, e os presentes a pegavam no colo, sem contudo desalinhá-la de sua manta. A cachorrinha recebia afagos de cada um. A conversa corria quando Chico entrou na sala e alguém colocou em seus braços a pequena cachorra. Ela, sentindo-se no colo de Chico, começou a se agitar e a lambê-lo. – Ah Boneca, estou cheio de pulgas!!! Disse Chico. A filhotinha começou então a caçar-lhe as pulgas, e parte dos presentes, que conheceram a Boneca, exclamaram: – Chico, a Boneca está aqui, é a Boneca, Chico!! Emocionados perguntamos como isso poderia acontecer. Chico respondeu: – Quando nós amamos o nosso animal e dedicamos a ele sentimentos sinceros, ao partir, os espíritos amigos o trazem de volta para que não sintamos sua falta. É, Boneca está aqui, sim, e ela está ensinando a esta filhota os hábitos que me eram agradáveis. Nós seres humanos, estamos na natureza para auxiliar o progresso dos animais, na mesma proporção que os anjos estão para nos auxiliar. Por isso, quem maltrata um animal vai contra as leis de Deus, porque Suas leis são as leis da preservação da natureza. E, com certeza, quem chuta ou maltrata um animal é alguém que ainda não aprendeu a amar.

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier.


Os animais possuem alma, estão em caminhos de evolução.Chico Xavier nos deixou esta linda mensagem sobre nossos irmãos menores, os animais. Os cães como todos os seres viventes, possuem alma e segundo nosso irmão Chico Xavier, se tratados com respeito, amor e carinho, podem após seu desencarne, ainda permanecer até 4 anos ao lado de quem tanto lhe deu amor. É uma forma de não sofrerem com a separação. Mas eles voltam ter a mesma vitalidade de quando eram filhotes. Quem já perdeu um amigo, fique sabendo que ele continuou ou continua ao seu lado, com a mesma felicidade de sempre!!! Os animais, diferentemente, do homens, não possuem o tempo da erraticidade (intervalo mais ou menos longo entre uma encarnação e outra). Quando morrem, quase que instantaneamente, sua alma ou energia vital é atraída, magneticamente e por afinidade para mais um processo de encarnação. Dessa forma, de pouquinho em pouquinho, vai progredindo. Devemos lembrar que a lei do progressa é um dos princípios fundamentais da doutrina espírita. A alma de alguns animais podem, a exemplo dos cachorros, retornar rapidamente para seu dono, através de outro que nasça. Mas isso ocorre, somente, por merecimento e mérito nosso. Isso nos leva a entender que assim como nós seres humanos que buscamos a evolução em direção a Jesus, também os animais buscam a evolução em direção à nós. A energia vital que os habita sente as experiências vividas e apreende as sensações que lhes é como as nossas provas e expiações. O resultado é a progressiva evolução entre os reinos animais e as personalidades únicas evidenciadas pelos diferentes animais e suas características.

domingo, 18 de dezembro de 2016

12 coisas importantes que você deveria saber sobre a vida e sobre as pessoas.


1. Algumas pessoas vão se incomodar com a sua felicidade e ficarão felizes quando as coisas não estiverem indo bem na sua vida – mesmo que não tenham motivos pra isso. Mantenha-se no seu lugar a qualquer custo. Coluna reta, cabeça erguida e sorriso no rosto. Não deixe que essas pessoas se deliciem do seu sofrimento e não dê a elas o prazer de presenciar as coisas ruins que te desejam.2. Existe sempre um crescimento diante do fracasso. É como se fosse um estrela num céu escuro ou a luz no fim do túnel. A dor é necessária pra que a gente aprenda a apreciar as coisas boas.3. A natureza não é algo que deve ser esquecido. Não perca de vista o que está ao seu redor só porque você está com os olhos grudados em uma tela. Existe algo de especial na natureza, saca? Estar presente e em sintonia com ela pode te trazer paz e serenidade em momentos necessários.4. Mesmo que você se ache forte como uma rocha nos momentos difíceis, existirá sempre alguém disposto a estar do seu lado pra passar por eles.5. Não prive as pessoas de respeito e gentileza. Tudo bem, tem gente que não merece nenhum dos dois. Mas não vale a pena estragar seu dia por causa dessas pessoas. Seja gentil e respeitoso com todos. No fim do dia isso conta muito pra quem você é.6. Ódio é algo pesado pra se carregar e rancor vai te fazer avançar mais devagar. Você não precisa de nada que vá te atrapalhar no objetivo de ser uma pessoa melhor. Tente perdoar.7. O desespero faz parte da história assim como a euforia. Os dois são necessários na balança; um não existe sem o outro – e lembre-se de que tudo uma hora passa.8. É totalmente normal ser diferente, então abrace a sua estranheza. É a sua vida e desde que não machuque ninguém, quem se importa? A sua estranheza também te torna único nesse mundo. Lembre-se disso.9. Esvazie os arquivos mortos das gavetas. Desapegue-se de coisas que fazem mal ou te deixam mal. Alimente sua vida com coisas boas e positivas. É clichê, mas é a pura verdade.10. Se sentir mal ou triste não te faz fraco. Te faz humano. Tá tudo certo se você se sente triste e quer comer sorvete. Tá tudo certo se você está com raiva e quer quebrar seu quarto inteiro (não fale pra sua mãe que eu disse que tá tudo certo se fizer isso). Tudo bem se você se sentir frustrado e quiser desistir por um tempo. Mas lembre de se recompor e tentar de novo mais tarde.11. Ninguém é realmente melhor que o outro. Nós somos diferentes demais em vários aspectos para sermos comparados. Enquanto alguém se acha melhor que você por um aspecto, você se lembra de que comparações são tolas e não merecem ser feitas. Trate todos igualmente, da forma mais humana que conseguir.12. Exponha seus sentimentos. É necessário para que você se conheça mais, para que as pessoas envolvidas com você te conheçam mais e para que você não perca oportunidades porque achou que ficar calado seria a melhor ideia.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Poemas de Natal


Não permite, Senhor, que as crianças peçam esmolas neste Natal! Enxugue a lágrima da mãe cujo filho não voltou, sara as dores do mal, sensibilize aquele que abandonou... Que os homens entendam o significado da estrebaria, como símbolo de humildade, amor, comunhão. Ouve, ó Senhor, as nossas orações, que a mensagem dos anjos domine os corações. Autora: (Ivone Boechat)

Tempo!


Dois funcionários e o gerente de uma empresa saem para almoçar e na rua encontram uma antiga lâmpada a óleo. Eles esfregam a lâmpada e de dentro dela sai um gênio. O gênio diz: "Eu só posso conceder três desejos, então, concederei um a cada um de vocês". "Eu primeiro, eu primeiro." grita um dos funcionários. "Eu quero estar nas Bahamas dirigindo um barco, sem ter nenhuma preocupação na vida!" Puf! E ele se foi. O outro funcionário se apressa a fazer o seu pedido: “Eu quero estar no Havaí, com o amor da minha vida e um provimento interminável de pinas coladas!" Puf! E ele se foi. "Agora você", diz o gênio para o gerente. "Eu quero aqueles dois de volta ao escritório logo depois do almoço." - diz o gerente. Moral da História: Deixe sempre o seu chefe falar primeiro.

sábado, 11 de junho de 2016

Vou pensar mais em mim... - Vidas e sonhos!

Vou pensar mais em mim... - Vidas e sonhos!

Simpatia para aumentar o movimento de sua LOJA.


Quando um freguês chegar à sua loja, sendo o primeiro de todos afazer uma compra. (porque nem sempre quem chega primeiro lugar faz compra), troque o dinheiro em notas míudas. E guarde um das notas que, depois deverá ser colocada aos pés de uma imagem do seu santo de devoção , e peça a ele que traga outros fregueses, iguais ou melhores que este, e com o tempo vai ver como vai aumentando a freguesia. Ensinamentos da Bruxinha Valentina para " Vidas e Sonhos"

Simpatia para a moça ou um rapaz casar com quem deseja.


Essa simpatia é sempre mais procurada pelas moças do que os rapazes. Aqueles que amam muito determinada pessoa podem fazer esta simpatia que terão muita chance de obter ótimos resultados, principalmente se a pessoa amada já não for casada. Compra-se um metro de fiota branca, borda-se na fita ou escreve com uma caneta o nome da pessoa amada. Isso deve de ser feito numa das pontas da fita, na outra a pessoa deve de escrever seu próprio nome, usando os mesmos meio que usou para escrever o outro nome. A partir daí faz-se durante vinte e um dias , um nó por dia antes de se deitar, dizendo: " Esta fita tem um nó que te vai amarrar a mim, ( nome do fulano) " No dia seguinte a mesma coisa até completar vinte e um dias e vinte um nós.amarra-se a fita no pulso esquerdo. E aguarde o resultado. Simpatia ensinada por Bruxinha Valentina para 'VIDAS E SONHOS"

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Conto Zen: Prancha no Mar.


Um monge confirmado e um noviço viajavam de barco. Sobreveio violenta tempestade, que afundou o barco. Encontrando uma prancha de madeira, o jovem monge agarrou-se a ela e nadou na direção do monge mais velho, que não tinha nada que o ajudasse a boiar. – Compreendes o ensinamento de Buda? – perguntou ele ao jovem noviço. E sem nenhuma reflexão, espontaneamente, o jovem noviço ofereceu-lhe a prancha. Nesse momento, o deus do mar, o Grande Dragão, surpreendido com a atitude do jovem monge, acionou uma onda imensa, do tamanho de uma montanha, que transportou o noviço até a praia. Mestre Dogen concluiu: – Esse monge compreendia a prática da sabedoria. Seguia a ordem cósmica. Aprendeu o ensinamento de Buda sem pensar, sem duvidar. Quando seguimos a lei cósmica, não podemos cair na hesitação nem no ceticismo. A verdade é praticada espontaniamente, sem consciência pessoal. Não podemos soçobrar no erro. Praticado o mushotoku (sem finalidade nem espírito de lucro), o zazen abre a porta da verdadeira liberdade. Devemos acreditar sem refletir… Essa é a fé.

Conhecimento..


No Curso de Medicina, o professor se dirige ao aluno e pergunta: — Quantos rins nós temos? — Quatro! – responde o aluno. — Quatro? – replica o professor, arrogante, daqueles que sentem prazer em tripudiar sobre os erros dos alunos. — Tragam um feixe de capim, pois temos um asno na sala. – ordena o professor a seu auxiliar. — E para mim um cafezinho! – replicou o aluno ao auxiliar do mestre. O professor ficou irado e expulsou o aluno da sala. Ao sair da sala, o aluno ainda teve a audácia de corrigir o furioso mestre: — O senhor me perguntou quantos rins 'NÓS TEMOS'. 'NÓS' temos quatro: dois meus e dois seus. 'NÓS' é uma expressão usada para o plural. Tenha um bom apetite e delicie-se com o capim. Moral da História: A vida exige muito mais compreensão do que conhecimento. Às vezes as pessoas, por terem um pouco a mais de conhecimento ou acreditarem que o têm, se acham no direito de subestimar os outros... E haja capim!!!

domingo, 10 de abril de 2016

O jovem e o sábio - Conto Zen.


"Numa pequena aldeia ao sul do Japão, vivia um velho sábio, que todas as manhãs caminhava até a beira de um pequeno riacho, e contemplava os pequeninos peixes que ali nadavam, lhes alimentava com punhados de arroz, e por vezes conversava com eles... ficava ali por horas, e depois se sentava embaixo de uma pequena árvore, e meditava o resto do dia... Todos os dias, o velho sábio cuidava dos peixes, e já conhecia as aves que viviam por ali, as flores do campo que se abriam, e celebrava a vida com enorme beleza e simplicidade. Um dia, ele viu escondido atrás de uma pedra, um jovem chorando... ele se aproximou, e muito delicadamente se sentou próximo do rapaz e esperou que ele se acalmasse... O rapaz, muito triste, soluçava, e por horas ficou ali mergulhado em sua dor... O sábio então, foi até o rio, e trouxe um pouco de água pura para ele beber. O jovem agradeceu, e ainda com os olhos cheios de dor e lágrimas, bebeu a água, e se acalmou. O sábio se sentou embaixo da árvore como fazia todos os dias, e o rapaz vendo o sábio ali imóvel em meditação se aproximou e lhe perguntou: Quem é você?- perguntou ele? -Sou a vida, respondeu o sábio. Qual o seu nome? - Nenhum nome e todos os nomes, disse o sábio. Como posso lhe chamar então? -Como quiser... O que é isso que está fazendo aí embaixo dessa árvore? Dormindo? - Estou acordando... Estou triste, disse o rapaz... -Sim, vi que está experimentando a tristeza. Meu irmão morreu hoje. Gostava muito dele, agora estou sozinho... - A morte nunca existiu. Só a vida existe... disse o sábio sem se mexer. Ninguém nunca está sozinho. A solidão não é real. Como pode, vi meu irmão morto.. todos choraram por ele ter morrido.. disse confuso o rapaz. Viram um corpo morto, mas aquele corpo não era seu irmão, aquele corpo era uma aparência que a vida experimentava por um tempo... aquilo que seu irmão é de verdade, você também é, eu e tudo o mais também é... Só a Vida é real. E a Vida é eterna... O jovem olhava o sábio sem compreender, mas algo em seu coração se acalmou, e ele sentiu uma imensa vontade de permanecer ali aos pés daquele homem.. e também experimentar aquela serenidade, aquela paz, que o sábio sentia... Quer dizer que o corpo do meu irmão morreu, mas meu irmão não morreu? Sim. Porque também nunca nasceu. O corpo tem um tempo útil, surge no oceano da Consciência e se dissolve ... mas seu irmão nunca foi o corpo, seu irmão estava vivendo na aparência daquele corpo, seu irmão é a Vida, assim como você... . Você vê este riacho? Você vê esta árvore, estas nuvens no céu, estes peixinhos, aqueles pássaros voando ao longe? Vida, vida acontecendo, vivendo, vida, vida, vida... Tudo o que existe é a Vida. As formas que ela cria, são infinitas, duram um tempo e se desfazem, mas a Vida, jamais nasceu, jamais morre... só a Vida permanece... e 'você' é Ela.... Conta-se que o jovem a partir daquele dia se tornou discípulo do velho sábio, e ele mesmo se tornou um grande sábio, e peregrinou levando luz e sabedoria, por várias regiões do Japão.." Conto Zen (autor desconhecido)

sábado, 9 de abril de 2016

Caminhos tortuozos.


Havia numa aldeia um velho muito pobre que possuía um lindo cavalo branco. Numa manhã ele descobriu que o cavalo não estava na cocheira. Os amigos disseram ao velho: – Mas que desgraça, seu cavalo foi roubado! E o velho respondeu: – Calma, não cheguem a tanto. Simplesmente digam que o cavalo não está mais na cocheira. -O resto é julgamento de vocês. As pessoas riram do velho. Quinze dias depois, de repente, o cavalo voltou. Ele havia fugido para a floresta. E não apenas isso; ele trouxera uma dúzia de cavalos selvagens consigo. Novamente as pessoas se reuniram e disseram: – Velho, você tinha razão. Não era mesmo uma desgraça, e sim uma bênção. E o velho disse: – Vocês estão se precipitando de novo. Quem pode dizer se é uma bênção ou não? Apenas digam que o cavalo está de volta… O velho tinha um único filho que começou a treinar os cavalos selvagens. Apenas uma semana mais tarde, ele caiu de um dos cavalos e fraturou as pernas. As pessoas se reuniram e, mais uma vez, se puseram a julgar: – E não é que você tinha razão, velho? Foi uma desgraça seu único filho perder o uso das duas pernas. E o velho disse: Mas vocês estão obcecados por julgamentos, hein? Não se adiantem tanto. Digam apenas que meu filho fraturou as pernas. Ninguém sabe ainda se isso é uma desgraça ou uma bênção… Aconteceu que, depois de algumas semanas, o país entrou em guerra e todos os jovens da aldeia foram obrigados a se alistar, menos o filho do velho. E os que foram para a guerra, morreram… Quem é obcecado por julgar, cai sempre na armadilha de basear seu julgamento em pequenos fragmentos de informação, o que o levará a conclusões precipitadas. Nunca encerre uma questão de forma definitiva, pois quando um caminho termina, outro começa, quando uma porta se fecha, outra se abre… As vezes vemos apenas a desgraça e não vemos a bênção que ela nos traz… (Osho)

O Segredo da felicidade - Conto Indiano.


"Dizia-se que havia um sábio na Índia que tinha o segredo da felicidade, e que o guardava cuidadosamente em um cofre. O rei mandou chamá-lo e lhe ofereceu muito dinheiro pelo cofre, mas o sábio simplesmente recusou a oferta, dizendo que era algo que o dinheiro não podia comprar. Um dia, uma criança se apresentou diante do sábio. - Sábio, por favor, ensine-me o segredo da felicidade. Movido pela pureza e inocência da criança, o sábio então lhe disse: - Preste muita atenção. A primeira coisa que você deve fazer é amar-se e respeitar-se e dizer a si mesmo todos os dias que você pode vencer todos os obstáculos que se apresentarem na sua vida. Isso se chama autoestima. A segunda que deve fazer é pôr em prática o que você diz e o que pensa. A terceira, é jamais invejar alguém pelo que ele tem ou é. Eles já alcançaram as suas metas, agora alcance as suas. A quarta, é jamais guardar rancor de ninguém no seu coração. A quinta, é não se apoderar do que não é seu. A sexta, é jamais maltratar alguém; todos os seres têm o direito de ser respeitados e queridos. E a última coisa que você deve fazer é acordar todos os dias com um sorriso e descobrir em todas as pessoas e em todas as coisas o seu lado positivo. Pense na sorte que você tem. Ajude a todos sem pensar no que poderá obter em troca e passe adiante o segredo da felicidade." Conto indiano

domingo, 13 de março de 2016

Boa resposta.


Um mecânico está desmontando o cabeçote de uma moto, quando ele vê na oficina um cirurgião cardiologista muito conhecido. Ele está olhando o mecânico trabalhar. Então o mecânico para e pergunta: — Ei, doutor, posso lhe fazer uma pergunta? O cirurgião, um tanto surpreso, concorda e vai até a moto na qual o mecânico está trabalhando. O mecânico se levanta e começa: — Doutor, olhe este motor. Eu abro seu coração, tiro válvulas, conserto-as, ponho-as de volta e fecho novamente, e, quando eu termino, ele volta a trabalhar como se fosse novo. Como é então, que eu ganho tão pouco e o senhor tanto, quando nosso trabalho é praticamente o mesmo? Então o cirurgião dá um sorriso, se inclina e fala bem baixinho para o mecânico: — Você já tentou fazer como eu faço, com o motor funcionando? Moral da História: Quando a gente pensa que sabe todas as respostas, vem alguém e muda todas as perguntas.

sábado, 12 de março de 2016

Informação.


Um homem está entrando no chuveiro enquanto sua mulher acaba de sair dele e está se enxugando. A campainha da porta toca. Depois de alguns segundos de discussão para ver quem iria atender a porta, a mulher desiste, se enrola na toalha e desce as escadas. Quando ela abre a porta, vê o vizinho Bob em pé na soleira. Antes que ela possa dizer qualquer coisa, Bob diz: "Eu lhe dou 800 dólares se você deixar cair esta toalha." Depois de pensar por alguns segundos, a mulher deixa a toalha cair e fica nua. Bob então entrega a ela os 800 dólares prometidos e vai embora. Confusa, mas excitada com sua sorte, a mulher se enrola de novo na toalha e volta para o quarto. Quando ela entra no quarto, o marido grita do chuveiro "Quem era?" "Era o Bob, o vizinho da casa ao lado." - diz ela. "Ótimo! Ele lhe deu os 800 dólares que ele estava me devendo?" Moral da História: Se você compartilha informações a tempo, você pode prevenir exposições desnecessárias!

Problema sério.


O sujeito vai ao psiquiatra: — Doutor - diz ele -, estou com um problema: Toda vez que estou na cama, acho que tem alguém embaixo. Aí eu vou embaixo da cama e acho que tem alguém em cima. Pra baixo, pra cima, pra baixo, pra cima. Estou ficando maluco! — Deixe-me tratar de você durante dois anos, diz o psiquiatra. Venha três vezes por semana, e eu curo este problema. — E quanto o senhor cobra? - pergunta o paciente. — R$ 120,00 por sessão - responde o psiquiatra. — Bem, eu vou pensar - conclui o sujeito. Passados seis meses, eles se encontram na rua. — Por que você não me procurou mais? - pergunta o psiquiatra. — A 120 paus a consulta, três vezes por semana, durante dois anos, ia ficar caro demais, aí um sujeito num bar me curou por 10 reais. — Ah é? Como? - pergunta o psiquiatra. O sujeito responde: — Por R$ 10,00 ele cortou os pés da cama... Moral da História: Muitas vezes o problema é sério, mas a solução é muito simples. Basta usar o que você tem acima do pescoço para descobrir. Há uma grande diferença entre foco no problema e foco na solução

domingo, 31 de janeiro de 2016

O SÁBIO SAMURAI.


Perto de Tóquio, vivia um grande samurai, já idoso, que agora se dedicava a ensinar Zen aos jovens. Apesar de sua idade, corria a lenda de que ainda era capaz de derrotar qualquer adversário. Certa tarde, um guerreiro, conhecido por sua total falta de escrúpulos, apareceu por ali. Era famoso por utilizar a técnica da provocação. Esperava que seu adversário fizesse o primeiro movimento e, dotado de uma inteligência privilegiada para observar os erros cometidos, contra-atacava com velocidade fulminante. O jovem e impaciente guerreiro jamais havia perdido uma luta. Conhecendo a reputação do samurai, estava ali para derrotá-lo e aumentar sua fama. Todos os estudantes se manifestaram contra a idéia, mas o velho e sábio samurai aceitou o desafio. Foram todos para a praça da cidade. Lá, o jovem começou a insultar o velho mestre. Chutou algumas pedras em sua direção, cuspiu em seu rosto, gritou todos os insultos que conhecia, ofendendo, inclusive, seus ancestrais. Durante horas fez tudo para provocá-lo, mas o velho sábio permaneceu impassível. No final da tarde, sentindo-se exausto e humilhado, o impetuoso guerreiro desistiu e retirou-se. Desapontados pelo fato de o mestre ter aceitado tantos insultos e tantas provocações, os alunos perguntaram: — Como o senhor pôde suportar tanta indignidade? Por que não usou sua espada, mesmo sabendo que poderia perder a luta, ao invés de se mostrar covarde e medroso diante de todos nós? Se alguém chega até você com um presente, e você não o aceita, a quem pertence o presente? — perguntou o Samurai. A quem tentou entregá-lo — respondeu um dos discípulos. O mesmo vale para a inveja, a raiva e os insultos — disse o mestre. — Quando não são aceitos, continuam pertencendo a quem os carrega consigo. A sua paz interior, depende exclusivamente de você. As pessoas não podem lhe tirar a serenidade, só se você permitir!

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

O LENHADOR E A RAPOSA.


Um lenhador acordava todos os dias às 6 horas da manhã e trabalhava o dia inteiro cortando lenha, só parando tarde da noite. Ele tinha um filho lindo de poucos meses e uma raposa, sua amiga, tratada como bichano de estimação e de sua total confiança. Todos os dias, o lenhador — que era viúvo — ia trabalhar e deixava a raposa cuidando do bebê. Ao anoitecer, a raposa ficava feliz com a sua chegada. Sistematicamente, os vizinhos do lenhador alertavam que a raposa era um animal selvagem, e, portanto, não era confiável. Quando sentisse fome comeria a criança. O lenhador dizia que isso era uma grande bobagem, pois a raposa era sua amiga e jamais faria isso. Os vizinhos insistiam: Lenhador, abra os olhos! A raposa vai comer seu filho. Quando ela sentir fome vai devorar seu filho! Um dia, o lenhador, exausto do trabalho e cansado desses comentários, chegou à casa e viu a raposa sorrindo como sempre, com a boca totalmente ensangüentada. O lenhador suou frio e, sem pensar duas vezes, deu uma machadada na cabeça da raposa. A raposinha morreu instantaneamente. Desesperado, entrou correndo no quarto. Encontrou seu filho no berço, dormindo tranqüilamente, e, ao lado do berço, uma enorme cobra morta.

domingo, 17 de janeiro de 2016

Ilumina teus pensamentos.


Luz é onde não há trevas. Tua consciência é a luz e, portanto, no teu universo pessoal (aquele que a tua consciência dita) não há espaços para as sombras, pois ele é em si a própria luz. Quando pensamentos esparsos te invadem a mente e te colocam face a face com o lado escuro e sombrio do que quer que seja, joga a luz da consciência sobre esses pensamentos, ilumina-os e enxerga-os como eles verdadeiramente são. Verás que não são tão assombrosos assim. Verás que a luz lhes dá novos contornos, com os quais saberás lidar , pois não mais estarás no escuro, não mais estarás agindo as cegas. Os pensamentos vêem , mas tu podes vê-los claramente .Se for preciso, se não te servirem , descarta-os. de Ruth para " Vidas e Sonhos".

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Algo de triste.


Em um lugar distante, existia uma simples Mulher, que morava sozinha e suas únicas companhias eram seus animais , entre eles cachorros e 3 pássaros. Seu marido do jeito que queria viver ela não aceitava, a vida dela era de lágrimas e sofrimentos, por ser tão humilhada com palavras que a deixavam muito triste. Certa vez ele acordara cedo e disse que ia ao encontros com amigos para ajuda-los em uma obra que ele entendia bem de eletricidade, que na hora do almoço retornaria. A manhã passou , ela já como havia passado da hora do almoço foi almoçar sozinha. A tarde já ia caindo , e ela chegou á janela quando viu seu marido passar com o carro dele e ao lado uma mulher loira e conversavam muito. Ela ficou ali olhando e quase nem acreditava no que tinha visto, e fechou a janela. Ele veio de marcha-re e parou na casa, abriu a garagem e entrou . Foi quando ela perguntou se ele tinha passado com uma mulher uns minutos atrás, ele simplesmente respondeu que sim , era uma vizinha que ele tinha dado carona. Interessante que aquela vizinha a mulher nem conhecia, foi a gota d"agua para ela virar pra ele e dizer que já estava cansada de tantas humilhações. O que a vizinhança iria deizer sobre ela? A chamariam de tudo que uma mulher não suportaria ouvir, com isso ela falou decididamente que não aceitava aquela situação , ele teria ultrapassado todos os limites de Humilhação, que preferia a separação do que viver naquela vida que já até a colocara doente. E no dia seguinte ela falou que queria a separação. Que fosse imwediatamente procurar um advogado. Ele saiu imediatamente. então ela percebeu que era isso que ele queria realmente, e o deixou ir. No dia seguinte ele falou que o advogado queria falar com ela que fosse ao escritório dele. Assim ela fez, ao chegar lá o advogado ofereceu uma pequena quantia para ela viver, mas era muito pouco, porque ela nem sabia quanto ele ganhava, mas calculava que ganharia muito bem. Como ela tinha umas reservas guardadas, ela também arrumou um advogado e no dia ela tbm entrou com seu advogado , que arrumara e levou as Radiografias da doença dela , que foram colocadas no processo , e com isso o Juiz se comoveu ao ver aquela mulher magra, um tanto maltratada pela vida, enquanto seu marido estava de carro do ano, e com o melhor advogado da cidade. Mas quando foi lido o processo , o juiz se comoveu e fez com que seu ex marido lhe pagasse uma pensão devida e também pagasse um Plano de Saúde para a esposa se tratar. Ele e seu advogado famoso no lugar saíram insatisfeito , e até o próprio advogado dele , o tratou bruscamente quando ao ler o depoimento do advogado dela uma lágrima caiu em seus olhos. Ele foi embora . Voltou pra casa e entrou num quarto vazio e ficou la sozinho.Depois o tempo passou e não se falaram mais , ele se mudou para outro luigar , ela também foi embora , mas até mais alegre, como se tirassem um peso em, cima dela.Ele não merecia aquela mulher , ele ainda iria sentir a sua falta. Mas os anos se passaram ele e ela foram envelhecendo , ela agora ja saia, tinha amizades, passeava quando podia, e se sentia feliz . Mentira essa de quem diz " Melhor com ele pior sem ele". Ela deixou de sofrer, e passou a Viver.Hoje esta ela com os seus bichos de estimação , e se sente muito feliz.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

FRASES DE ZIBIA GASPARETTO, CRESCIMENTO ESPIRITUAL.


Para quem busca desenvolvimento e evolução espiritual: 25 frases da Zibia Gasparetto que são pura inspiração! 1. Assumir a responsabilidade por nossos atos, com coragem e disposição, nos coloca a favor da vida e ela nos apóia. 2. O segredo da felicidade é escolher a comédia e largar o drama. 3. A vida guarda a sabedoria do equilíbrio e nada acontece sem uma razão justa. 4. Se quiser encontrar sua felicidade na terra, deve começar a esquecer as ofensas. Perdoa a todos pelo mal que lhe fizeram. 5. A cada novo minuto você tem a liberdade e a responsabilidade de escolher para onde quer seguir mas é bom lembrar que tudo na vida tem seu preço. 6. O amor, é a força maior da vida. Une as pessoas para sempre. Mesmo no esquecimento do mundo ou nas brumas esmaecidas e temporárias do consciente, ele brilha vitorioso, na intuição, na certeza e na expressão dos sentimentos. . Você está onde se põe. É a lei da vida. Se você se colocar em um lugar melhor,sua vida mudará e coisas boas começarão a acontecer.A escolha está em suas mãos. 17. Ninguém é de ninguém. As pessoas são livres para escolher o próprio caminho. O amor é espontâneo. Não se pode forçar os sentimentos. . Descobrir como você é, do que gosta é a chave para obter felicidade. Conhecer-se é fundamental. Saiba avaliar o que lhe dá prazer. Respeite seus sentimentos. Não tenha medo de ser o que é. Se fizer isso, sentirá um calor agradável no peito, uma alegria gostosa, que tornará sua vida mais bonita e colocará mais sedução em seu sorriso. . A inteligência da vida vai mostrar-lhe qual atitude sua está ocasionando seus desafios. Se você aceitar e promover sua melhora interior, então vencerá e o passado passará. A liberdade o tornará mais lúcido e mais feliz. Quando você deseja muito uma coisa, tem que ousar e esgotar todos os recursos. Quanto mais livre você deixar a pessoa que ama, mais ela sentirá prazer em ficar ao seu lado!

RECEITA DE ANO NOVO.


Pegue 12 meses inteiros. Limpe-os bem, tirando toda a amargura, ódio e inveja. Deixe-os tão limpos quanto possível. Depois corte cada mês em 28, 30 ou 31 partes diferentes, mas não pegue todas de uma vez só. Prepare-as pouco a pouco, atento aos ingredientes. Misture bem em cada dia uma porção de fé, uma porção de paciência, uma porção de coragem e uma porção de trabalho. Adicione uma parte de esperança, lealdade, generosidade, meditação e boa vontade. Tempere tudo com pitadas de espiritualidade, diversão, um pouco de brincadeiras e um copo cheio de bom humor. Despeje tudo isso numa tigela de amor. Cozinhe bem, com muita alegria, e enfeite com um sorriso. Depois sirva tranqüila, desapegada e carinhosamente. Assim você está destinado a ter um Feliz Ano Novo!

Presente de Natal.!


Certa vez, um menino acordou em uma véspera de Natal, muito contente, pois uma data muito importante estava para chegar. Era o dia do aniversário do menino Jesus, e é lógico, o dia em que o Papai Noel vinha visitá-lo todos os anos. Esperava ansiosamente o cair da noite, para voltar a dormir e olhar o seu pé de meia que estava frente a porta, pois não tinha árvore de Natal. Dormiu muito tarde, para ver se conseguia pegar aquele “velhinho”, mas como o sono era maior do que sua vontade, dormiu profundamente. Na manhã de Natal, observou que seu pé de meia não estava lá, e que não havia presente algum em toda a sua casa. Seu pai desempregado, com os olhos cheios d’água, observava atentamente ao seu filho, e esperava tomar coragem para falar que o seu sonho não existia, e com muita dor no coração o chama: – meu filho, venha cá! – papai? – pois não filho?” – o papai Noel se esqueceu de mim ? O pai abraça seu filho … – ele também esqueceu do senhor papai ? – não meu filho… o melhor presente que eu poderia ter ganho na vida está em meus braços, e fique tranqüilo, pois eu sei que o papai Noel não esqueceu de você. – mas … todas as outras crianças vizinhas estão brincando com seus presentes… acho que ele pulou a nossa casa… – Pulou não, meu filho … Os dois foram caminhando sem rumo, até chegar num parque e ali passearam, brincaram e se divertiram durante o resto do dia, voltando somente no começo da noite. Chegando em casa, já muito cansado, o menino foi para o seu quarto, e escreveu um bilhete para o papai Noel: “Querido Papai Noel, Quero agradecer o presente que o senhor me deu. Desejo que todos os Natais que eu passe, faça com que meu pai esqueça de seus problemas, e que ele possa se distrair comigo, passando uma tarde maravilhosa como a de hoje. Obrigado pela minha vida, pois descobri que não são os brinquedos que me fazem feliz, e sim, com o verdadeiro sentimento que está dentro de nós, que o senhor desperta nos Natais. Obrigado. ” .. e foi dormir… Entrando no quarto para dar boa-noite ao seu filho, o pai viu o bilhete, e a partir desse dia, não deixou que os seus problemas afetassem a felicidade dele, e começou a fazer que todo dia fosse um Natal para ambos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...